Home > Notícias > #CancelaAReforma fica entre os assuntos mais comentados do Twitter

#CancelaAReforma fica entre os assuntos mais comentados do Twitter

Tema alcançou destaque na noite dessa segunda-feira, 3, e ficou entre os dez mais comentados do Brasil


#CancelaAReforma fica entre os assuntos mais comentados do Twitter
Reprodução/Twitter

Condsef/Fenadsef

Nessa segunda-feira, 3, dia em que mais uma audiência pública debateu a reforma Administratia na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Câmara dos Deputados, a hashtag #CancelaAReforma ficou entre os dez assuntos mais comentados do Brasil no Twitter. O ministro da Economia, Paulo Guedes, participaria de um debate na CCJ nessa terça, 4, às 11 horas, mas informou à presidente, deputada Bia Kicis, que sua participação deve ocorrer apenas na semana que vem. O dia de sua presença na CCJ ainda não foi confirmado

Servidores públicos de todo o País estão unidos na luta contra a aprovação da PEC 32/20. Enviada ao Congresso Nacional pelo governo Bolsonaro, a reforma Administrativa representará na prática, se aprovada, o fim dos serviços públicos brasileiros. Desde o dia 26 de abril a Câmara dos Deputados realiza uma série de audiências públicas sobre o tema. Diversos especialistas e parlamentares já alertaram para a inconstitucionalidade da matéria e os riscos da reforma Administrativa para os serviços públicos e para a população. A proposta tem como objetivo retirar mais recursos do setor público, acabar com a estabilidade dos trabalhadores e ocupar os cargos públicos com apadrinhados dos governos, que são transitórios. Ela atinge os governos federal, estaduais e municipais.

Entenda a PEC 32

Em tramitação na Câmara dos Deputados, o projeto de Bolsonaro/Guedes representa um verdadeiro retrocesso às conquistas do funcionalismo público e do próprio povo brasileiro. Entre as principais consequências da proposta estão:

  • Fim da estabilidade: o servidor ficará refém do chefe de plantão;
  • Fim do concurso público: não será mais possível garantir a qualificação adequada do trabalhador do setor público;
  • Extinção dos atuais planos de carreiras: um prejuízo para atuais e futuros servidores, além dos próprios aposentados.

O texto traz ainda muito  outros prejuízos aos brasileiros. Fique atento às nossas postagens aqui no site e nas nossas redes sociais. Se engaje nessa campanha compartilhando nossas matérias, vídeos e cards.  

'Cancela a Reforma'

Essa semana a Condsef/Fenadsef, em conjunto com suas filiadas, lançou a campanha "Cancela a Reforma" criada para ajudar a divulgar os perigos da PEC 32/20, da reforma Administrativa. A "Cancela a Reforma" diponibiliza uma série de materiais didáticos para que você entenda os perigos da reforma Administrativa. Uma cartilha com verdade e mentiras sobre a PEC 32 está entre esses conteúdos. Acesse aqui e fique por dentro de tudo. Ajude a divulgar. Compartilhe a cartilha com amigos e familiares. A luta contra a reforma Administrativa depende de todos nós. 

Para somar forças à luta contra a reforma Administrativa, um outro desafio foi lançado. Conseguir mil votos na opção "Discordo Totalmente" da enquete da Câmara dos Deputados. Já votou na enquete? Clique aqui para participar.

Nos siga nas redes

A campanha "Cancela a Reforma" está no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube. Procure por @cancelaareforma. Siga, curta e compartilhe os materiais da campanha e a ajude a defender os serviços públicos brasileiros. 

Você quer receber todas as informações da luta contra a reforma administrativa? Fortaleça essa luta contra o fim dos serviços públicos brasileiros. Receba informações direto em seu celular. Salve nosso número (61) 98357-4114 e envie um Oi.

Com informações do Sindsep-DF






NOSSOS

PARCEIROS