Home > Notícias > Brasileiros voltam às ruas contra os desmandos do governo Bolsonaro

Brasileiros voltam às ruas contra os desmandos do governo Bolsonaro

Os trabalhadores irão promover atos em defesa do meio ambiente, direitos, educação, empregos e contra a reforma da Previdência


Brasileiros voltam às ruas contra os desmandos do governo Bolsonaro
Reprodução

Sindsep-PE

Nesta sexta-feira (20), os brasileiros voltarão às ruas contra as arbitrariedades do governo Jair Bolsonaro (PSL). Trabalhadores do setor público e privado, aposentados, pensionistas e estudantes darão às mãos no Dia Nacional de Luta Contra a Reforma da Previdência. As mobilizações, que acontecem nos diversos estados brasileiros, irão se somar a Greve Global Pelo Clima. 

Os trabalhadores irão promover atos em defesa do meio ambiente, direitos, educação, empregos e contra a reforma da Previdência. Pela manhã, nos locais de trabalho, serão realizadas paralisações e panfletagens. À tarde, deverão se integrar às atividades de rua que acontecerão nas mais diversas cidades brasileiras.

No Recife, a CUT e as demais centrais sindicais estão convocando os pernambucanos para um ato contra a destruição do Brasil. A mobilização, que terá concentração na praça do Derby, a partir das 14h, deverá atrair um grande número de trabalhadores e estudantes que mostrarão a sua indignação diante da destruição do Brasil e do desmonte dos serviços públicos. 

Os retrocessos do governo Bolsonaro são diários. Recentemente, ele resolveu estudar a possibilidade de congelar o reajuste do salário mínimo, desvinculando-o do aumento da inflação. Além disso, o governo voltou a liberar mais agrotóxicos na produção de alimentos. Dessa vez foram liberados 63 venenos, somando um total de 325 novos pesticidas que vão direto para a mesa dos brasileiros e brasileiras. 

“Temos que dar um basta nas atrocidades deste governo. Precisamos nos unir e nos mobilizarmos contra o desmonte de políticas públicas e retirada de direitos dos trabalhadores. Do contrário, será tarde demais”, comentou o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.   






NOSSOS

PARCEIROS